UTC anuncia demissão de 2 mil trabalhadores, em Macaé

Enrolada na operação Lava Jato a UTC Engenharia inicio nesta segunda-feira (10) a demissão de 2 mil funcionários, em Macaé. Os cortes serão motivados pela decisão da Petrobras de bloquear parte dos pagamentos destinados à empreiteira.

Se a Petrobras mantiver a decisão tomada devido o envolvimento da UTC na Lava jato, outros 2 mil trabalhadores podem sair até o próximo final da semana.

O Sindicato dos Petroleiros emitiu nota afirmando que “atuará para que a Petrobrás, a responsável final pelas contratações, garanta o pagamento de todos os direitos dos trabalhadores, por meio da retenção de repasses à empresa UTC, como previsto em Acordo Coletivo”.

Além disso, a UTC, assinou nesta segunda-feira (10) acordo de leniência com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU). Pelo acordo, a empresa se comprometeu a pagar R$ 500 milhões de multa em ressarcimento aos cofres públicos por desvios na Petrobras, Eletrobras e Valec. Segundo a AGU, é o primeiro acordo de leniência firmado pelo governo federal com base na Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013), conhecida também como Lei da Delação Premiada.

Nas investigações da Lava Jato, Ricardo Pessoa, dono da UTC e um dos delatores, confirmou que participava de um cartel de empresas que fraudavam licitações da Petrobras e que pagou propina a ex-diretores em contratos obtidos com a estatal.

*Fonte: Revista Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: