PT critica Rafael Diniz e o compara a Temer

O novo presidente do PT em Campos, Rafael Crespo, comparou o prefeito da cidade, Rafael Diniz (PPS), ao presidente Michel Temer (PMDB), que pode não concluir seu mandato por corrupção. O petista criticou a gestão municipal por cortar programas sociais como o Restaurante Popular. Além disso, Diniz cancelou por 90 dias o Cheque Cidadão e aumentou em 100% a passagem social, de R$ 1 para R$ 2.

“Seguindo a mesma política do [Presidente Michel] Temer, a gestão municipal corta direitos básicos dos campistas como o restaurante popular, fazendo com que voltemos a  ver na nossa cidade pessoas famintas e miseráveis. Os munícipes têm um aumento de 100% na tarifa de ônibus e o prefeito só governa para a mesma elite do governo anterior”, afirmou Crespo também se referindo a ex-prefeita Rosinha Garotinho responsável pelos programas sociais que o atual prefeito cortou.

Além disso, no último sábado (15), o diretório municipal do PT, em Campos, empossou seus novos integrantes em evento no auditório do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF). A cerimônia contou com a presença do senador Lindberg Farias, além de lideranças sindicais e dos movimentos sociais.

O novo diretório do PT, além de Crespo na presidência, também é formado por Odisséia Carvalho, diretoria executiva (vice-presidenta), Norma Dias (Secretaria de Comunicação), Jorge Machado (Secretaria de Organização), Luciana Damas (Secretaria de Finanças), Moaldenir Freire (Secretaria de Formação) e William de Barros (Secretaria de Movimentos Populares).

*Redação com assessoria 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: