Posse: Godoy aguarda decisão do TSE

O ex-Subsecretário de Governo de Campos, Thiago Godoy (PR), afirmou que ainda não se apresentou a Câmara Municipal para tomar posse na vaga de Thiago Ferrugem (PR), porque está aguardando a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a diplomação dos vereadores que não o foram em dezembro de 2016. A previsão é que a definição saia na próxima terça-feira (9).

“Por prudência, decidi aguardar o pronunciamento do TSE que deve ocorrer na terça-feira e não vou marcar a minha posse antes disso”, destacou o suplente que já foi notificado pela Câmara de Vereadores desde a semana passada. Ele tem um prazo de até 15 dias para se apresentar ao Poder Legislativo e assumir o mandato.

A posição do ex-Subsecretário de Governo na gestão da ex-prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), se deve a possibilidade do TSE decidir pela diplomação dos seis vereadores eleitos no pleito de 2016. Caso isso ocorra, Linda Mara Silva (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias Martins (PSDB), Thiago Virgílio (PP) e Jorge Rangel (PTB), assumirão uma cadeira no parlamento campista e Godoy retornaria a condição de suplente.

Linda Mara, Kellinho, Miguelito, Ozéias e Virgílio, chegaram a ser presos na Operação Chequinho, da Polícia Federal. A exceção foi Rangel que acabou também não sendo diplomado.

Na última quarta-feira (3), o presidente da Câmara Municipal de Campos, Marcos Weber, Marcão (Rede), empossou três dos quatro novos vereadores que substituirão a Tiago Ferrugem, Roberto Pinto, Jorge Magal e Vinícius Madureira, afastados do mandato pela Justiça por suposto envolvimento na Operação Chequinho, da Polícia Federal. Roberto Moura (PR), Josiane Morumbi (PRP) e Beto Cabeludo (PTC), entram nas vagas de Magal, Madureira e Pinto, respectivamente.

Rep: Márcio Fernandes

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: