Passagem pode chegar a R$ 2,75 caso Prefeitura não faça o repasse as empresas de ônibus

De acordo com o texto da Lei que dobrou o preço da passagem dos ônibus em Campos de R$ 1 para R$ 2, caso a Prefeitura não pague as empresas de transporte coletivo o subsídio de R$ 0,75 a diferença sairá do bolso dos passageiros. A proposta foi aprovada pelos vereadores governistas no último dia seis.

“Se por qualquer motivo a prefeitura deixar de pagar a diferença entre o valor da tarifa real e o subsídio pago pela prefeitura, os usuários ficam obrigados a pagar o valor integral da passagem”, diz o texto da Lei de autoria do Executivo e aprovado na Câmara de Vereadores.

A sessão que aprovou o aumento de 100% no preço da passagem dos ônibus em Campos foi uma das mais tumultuadas do ano. Insatisfeito com a decisão da maioria dos vereadores, o então parlamentar Cabo Alonsimar (PTC) ironizou a votação ao levar ao plenário uma cesta básica.

“Em nossas argumentações, optamos por fazer um comparativo do aumento da passagem com o impacto na alimentação da população, com a apresentação de alguns itens da cesta básica popular, não foi uma ação para causar impacto ou tumultuar a sessão, ou criar um fato para aparecer, o objetivo foi mostrar na prática que este aumento de 100%, o governo municipal estaria tirando da mesa daqueles que precisam utilizar uma condução por dia para ir trabalhar”, argumentou o então vereador.

Quem votou pelo aumento de 100% na passagem dos ônibus e pela suspensão do Cheque Cidadão por 90 dias:

Marcão (Rede)

Fred Machado (PPS)

José Carlos (PSDC)

Abdu Neme (PR)

Claudio Andrade (PSDC)

Neném (PTB)

Genásio (PSC)

Jorginho Virgílio (PRP)

Roberto Pinto (PTC)

Álvaro César (PRTB)

Enock Amaral (PHS)

Igor Pereira (PSB)

Marcelo Perfil (PHS)

Marcos Bacellar (PDT)

Silvinho Martins (PRP)

Pastor Vanderli (PRB)

Abu (PPS)

Quem votou contra o aumento da passagem e pelo Cheque Cidadão:

Cabo Alonsimar (PTC)

Carlos Alberto Canaã (PTC)

Álvaro Oliveira (SD)

Vinicius Madureira (PRP)

Thiago Ferrugem (PR)

Joilza Rangel (PSD)

Geraldinho Santa Cruz (PSDB)

*Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: