Greve atinge plataformas de exploração de petróleo

Em matéria pública em seu site, nesta quinta-feira (27), o Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro-NF) afirma que na Bacia de Campos já são pelo menos a 19 o número de plataformas que aderiram à greve geral que começa à 0h desta sexta-feira (28), e terá duração de 24 horas. Desta vez, as adesões vieram da P-19 e da P-54.

De acordo com o Sindipetro, mais unidades devem aderir ao movimento que já está aprovado e será realizado.  Há plataformas em que os trabahadores estão reunidos em assembléia decididno se param ou não.

“É muito importante demonstrar a força da categoria petroleira neste chamado nacional contra os cortes de direitos trabalhistas e previdenciários”, diz a liderança do sindicato que representa os petroleiros.

O Ministério Público do trabalho, Juízes do Trabalho, a CNBB e outros movimentos religiosos, centenas de categorias de trabalhadores — algumas delas altamente estratégicas, como rodoviários, metroviários, correios e bancários — e até algumas instituições de ensino particulares estão aderindo ao movimento contra o corte de direitos trabalhistas e previdenciários, que tem como um grande grito este o de amanhã, dia de greve geral no país.

*Redação com assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: