Cursos gratuitos garantem acesso à qualificação profissional em Macaé

Ampliar os horizontes. Com este objetivo 675 alunos participantes dos 22 cursos oferecidos na Secretaria Adjunta de Qualificação Profissional (antigo Cetep) frequentam as aulas ministradas de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã, tarde e noite. A coordenação do espaço que conta com estudantes a partir de 16 anos está se preparando para novos cursos. Um deles é o de Agentes de Informação Turísticas, com aula inaugural nesta segunda-feira (29), no Solar dos Mellos, às 13h30.

O módulo vai integrar cerca de 30 alunos da Educação de Jovens e Adultos (Eja) e programa de Correção de Fluxo Escolar das escolas municipais Ancyra Gonçalves Pimentel (Miramar) e Maria Isabel Damasceno Simão (Centro). A proposta é capacitar estudantes sobre o turismo, programas, serviços e produtos de Macaé. Os participantes vão estudar disciplinas como Matemática Aplicada, Português Aplicado, Informática Básica e Aplicada, Inglês aplicado ao turismo, Empreendedorismo, Patrimônio cultural do município, Turismo e Hospitalidade.

Cursos ligados à beleza fazem sucesso

Com duração média de três meses, os cursos oferecidos pela Secretaria Adjunta de Qualificação Profissional seguem os seguintes eixos: ambiente e saúde; comunicação e informação; produção cultural e design; gestão e negócios; desenvolvimento educacional e social; turismo, hospitalidade e lazer; desenvolvimento educacional e social; controle e processos industriais e produção alimentícia. Entre os mais procurados está o da área de beleza (cabeleireiro básico, cabeleireiro avançado, auxiliar de cabeleireiro com ênfase em escovação e design de sobrancelha).

A programação é aprovada pelos estudantes. Janine dos Santos, de 23 anos, avalia que o curso de design de sobrancelha será a chance para se atualizar. “Estamos aprendendo várias técnicas. Não quero parar por aí. Sonho em abrir meu próprio negócio”, conta a técnica de enfermagem.

Ricardo Moura, de 30 anos, é um dos poucos representantes do sexo masculino a fazer parte do curso de design de sobrancelha. Ele admite que resolveu se inscrever no curso para obter novos conhecimentos. “Trabalhava na área industrial, mas fiquei fora do mercado e me vi na necessidade de aprender novas coisas. Vivemos em um fase que precisamos nos reinventar. O curso é mais uma possibilidade de viver novos momentos”, observa.

Satisfeita com a repercussão dos quatro cursos ligados à área de beleza, a professora Andréia Britto, admite que este ano a procura surpreendeu com a participação de 100 alunos. “Recebemos pessoas que passaram pelos nossos cursos no ano de 2016, mas que desejam maior suporte para ganhar uma renda extra e até mesmo ser dono do próprio negócio. A dedicação dos participantes é maravilhosa. Eles ficam muito atentos às técnicas abordadas nos módulos”, explica

Criada para atuar de forma colaborativa e integrada com os demais setores, que compõe a Secretaria de Educação, a secretaria adjunta busca parceria necessária para desenvolver formação que possibilite aos atendidos como jovens e adultos capacitação e qualificação para ingresso no mercado de trabalho.

A estudante Isabele Ieda Marcelino Almeida, de 18 anos, confirma que não pensou duas vezes para se inscrever no curso de Saúde Bucal. “Tenho o desejo de concluir este curso e prestar o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) para cursar a faculdade de Odontologia. Estou obtendo conhecimentos valiosos”, destaca.

O secretário de Educação, Guto Garcia, afirma que a proposta é continuar com parcerias para atender o público com qualificação, capacitação e aperfeiçoamento. “Atendemos pessoas de várias partes de Macaé. Mas, decidimos expandir o trabalho com implementação de cursos na região serrana e alguns espaços escolares, ou seja, nas unidades com alunos do 6º ao 9º com foco para atender a Educação Básica”, ressalta.

A Secretaria Adjunta conta com estrutura e logística da rede municipal e parcerias com as secretarias adjuntas da Educação (Ensino Superior e Ciência e Tecnologia). Segundo a secretária, Leandra Lopes, o trabalho pedagógico oferecido no local se destaca pela parceria, dedicação e empenho dos professores. “Agradecemos a parceria de universidades como Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Federal Fluminense (UFF) e Secretaria de Ciência e Tecnologia. Nosso público é amplo. Atendemos de jovens a terceira idade”, finaliza, acrescentando que novas inscrições para os cursos devem ser abertas no segundo semestre.

*Secom Macaé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: